05 Filmes da Pixar que Me Fizeram Chorar

22:40

Oi, pessoal! Quem está com sono aqui? Sim, eu. Enfim...
Quarta-feira começaram minhas aulas. Adeus séries em dia. Adeus tempo para ler. Adeus trocar o dia pela noite. Por isso, possivelmente as postagens vão sair da rotina (um dia teve rotina???), então se eu não postar por um tempo, saibam que é porque meus professores são vilões mesmo, mas não tipo o Voldemort ou o Darth Vader, que todos amam. Mais para a Umbridge mesmo
Mas não vamos falar de mim, nem de Ensino Médio, nem de dormir. Vamos falar sobre filmes. Animações da Pixar, pra ser mais exata. Sou fã desde pequena? Sim. Choro com os filmes desde sempre? Sim. Aliás, adoro ir ao cinema e começar a chorar naquelas horas que os personagens fazem apertar o coração. Todas as crianças ficam olhando estranho pra mim :P

1. Up - Altas Aventuras (2009)
Esse é um dos filmes que eu não choro no final, e sim no começo. Gente, não tem como não chorar! Por que a Ellie tinha que morrer? Por quê???

2. Monstros S.A. (2001)
Resultado de imagem para monstros sa gif
Aquele momento em que Sullivan deixa a Boo... Por que fazem isso com a gente? E se passaram 15 anos, e eu aqui me perguntando quando vou me recuperar.

3. O Bom Dinossauro (2015)
Assisti no começo do ano pelo fato dos ingressos do filme do Snoopy (Marcie e Linus <3) estarem esgotados. Mas não me arrependi. O filme, que conta a história da inesperada amizade entre Arlo, o dinossauro, e Spot, o menino humano, é, na maioria das partes, hilária (como todos os filmes da Pixar), mas com partes de cortar o coração. O final, então... Chorei muito.

4. Toy Story 3 (2010)
De todos os filmes de Toy Story, pra mim esse é o melhor. Como nos livros, classifico filmes bons os que me fazem chorar. E nesse, eu chorei muito. Não tem apenas uma parte que eu me descontrolo, mas sim duas. DUAS!!! A primeira parte é aquela que todo mundo prende a respiração, e começa a soluçar quase imediatamente. A parte do lixão... Quando eles se dão as mãos... Para morrerem juntos... Pera, gente, vou chorar ali e já volto... (tô bem, tô bem). E a segunda parte é quando Andy dá Woody para a linda e fofa Bonnie, e ele faz um discurso, que diz que o Woody nunca desiste de você. Nunca! E isso só não me faz chorar porque gastei todas as lágrimas na outra cena, então eu só fico tremendo mesmo.

5. Divertida Mente (2015)
Acho que é o que mais chorei. Apesar de ser apenas uma parte que me deixa realmente bolada (sério que usei essa expressão...?), é tão triste, mas tão triste, que supera todas as partes engraçadas do filme. É a parte do Bing Bong, gente! Bing Bong era o amigo imaginário da Riley, e quando ele desaparece, eu solucei. Juro. Não no cinema, porque eu tava do lado de uma velhinha dormindo, aí fiquei com medo de acordar a coitada, mas quando vi em casa, ficou minha mãe e minha irmã olhando pra mim, com a cara de: SÉRIO ISSO?! Sim, sério. Ainda não consigo tirar a frase da cabeça: "Leve a Riley à lua por mim"... E toda vez que lembro começo a cantar: MEU AMIGO PRA BRINCAAAAAR...

Pois bem, gente. Agora lhes pergunto: por que acham que as crianças de hoje crescem mentalmente perturbadas? Exatamente. Filmes depressivos causam isso. Acho que sou do jeito que sou por causa desses filmes, e de milhares de outros da Disney: Rei Leão (porque não basta Mufasa morrer, Simba ainda tem que ir lá e chorar abraçado ao pai), Frozen (não tem como não chorar na parte do Você Quer Brincar na Neve), Big Hero 6 (Baymax, por quê?) e infinitos outros. Ah, e aliás, como vocês devem ter percebido: não superei nenhum desses filmes.

Beijo e um ombro amigo,
Emy :'(

You Might Also Like

0 comentários