O que Eu Aprendi com Harry Potter?

21:48

Acho que toda criança cresce ouvindo falar sobre Harry Potter. Todas, sem exceção. Comigo foi igual. Mas eu ouvia esse nome e me sentia indiferente. Não conhecia a história. Sabia que tinha livros, sabia que tinha filmes, e, mesmo sendo louca por ambos desde sempre, nunca realmente me interessei por conhecer o mundo da J.K. Rowling.
Até os treze anos.
No dia do meu aniversário, ganhei do meu irmão o primeiro livro, e, no momento em que o abri e comecei a ler, minha vida mudou. Mudou de uma forma que eu não poderia descrever. Porque, a partir daquele momento, existia mágica em mim.
Infelizmente, só foi possível eu terminar de ler a saga este ano, e me arrependo muito por não ter conhecido Harry Potter antes, porque tanto os livros quando os filmes me ensinaram lições que vou levar para vida.
Da mesma criadora de Jogos Vorazes e Suas Lições (no caso, eu), vem aí: O que Eu Aprendi com Harry Potter?

 Podemos ser mais do que imaginamos 
Harry viveu por anos em um armário debaixo da escada da casa dos seus tios, se sentindo deslocado, diferente e sozinho. Foi somente em seu aniversário de onze anos que descobriu que na verdade era um bruxo. Um bruxo famoso, ainda por cima. E que, a partir daquele momento, ele era um estudante da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. E tudo mudaria.
Em toda nossa vida, nós queremos mudanças como essa, mudanças que dariam algum sentido pra "tudo isso". Mas, em certos momentos, nos sentimos pequenos. Era exatamente o que Harry sentia também. É aquela sensação de que nunca daremos o nosso melhor, de que o mundo não é pra gente, e que tudo o que sonhamos nunca irá acontecer. E é exatamente isso que Harry Potter nos ensina: nunca desistir, e sempre sonhar. Podemos sim ser mais do que pensamos ser, só basta a gente querer. E nunca podemos dizer "Sou apenas eu", porque nunca podemos dizer que somos só isso. Somos mais, sempre mais.

⚡ Não existe poder maior que o amor 
Resultado de imagem para harry potter baby gif
Quem leu ou viu os filmes sabe que Harry só sobreviveu porque sua mãe o protegeu com a única coisa que poderia dar naquele momento: amor. Então, Harry cresceu cheio de amor dentro de si, mesmo nem ele sabendo. E, como o Voldemort não conhece esse sentimento, ele não consegue entender a sua força.
Acho que a pior coisa é você crescer sem amor, seja de que forma for. Porque aprendemos que se tivermos amor em nossas vidas, estamos protegidos de qualquer coisa.

 Aprimorar e se dedicar em tudo que for fazermos 
Não é mistério que a Hermione é a mais inteligente do trio (ah vá!). Salvou a pele do Harry e do Ron milhares de vezes com o seu jeito de "irritante sabe-tudo", não é atoa que é uma das personagens mais importantes. E tudo o que ela sabe veio de uma coisa: estudos.
Quando não sabemos de algo, acontece uma mágica: aprendemos. Procuramos saber, pesquisamos, dedicamos horas com isso. Viramos, de repente, a própria Mione: sabichões (mesmo que isso nos torne irritantes). E isso é uma coisa muito boa.
Qualquer coisa que fomos fazer, precisamos primeiro aprender. E, pra aprender, precisamos nos dedicar, sempre. Então, não importa o que você quer para a vida, sempre dê o seu melhor. Seja realmente a Hermione *-*

 Ser altruísta e se importar com a minoria 
Sejam pessoas, animais, ou no caso de Harry Potter, elfos domésticos. Sempre dê voz para quem não tem voz, lute por quem não pode lutar sozinho. Nem que seja apenas dando uma meia para ele <3
Como diz o Sirius Black: "Se você quer saber como um homem é, veja como ele trata os inferiores, não os seus iguais."

⚡ Valorizar a família 
Com certeza, quando se fala de família e de Harry Potter, não tem como não pensar nos Weasley. Família grande, sem muitas condições, mas com uma coisa que tem em abundância: amor. Arthur e Molly criaram seus sete filhos sempre com muito carinho, e isso os fez serem pessoas boas. E, nessa família, sempre cabe mais um, tanto que eles meio que "adotaram" Harry como um filho.
Isso nos mostra que família é a coisa mais importante. É a nossa base. O que nos mantém em pé. Por isso precisamos sempre dar valor a família que temos, porque sem eles, nada seríamos.

 Conservar os amigos verdadeiros 
A amizade de Harry, Rony e Hermione foi (é!) duradoura porque era uma amizade puramente verdadeira. Mesmo com altos e baixos (principalmente em questão Rony/Hermione), ela continuava. Porque eles eram importantes um para os outros, e se amavam também.
Por isso, precisamos conservar os bons amigos, mesmo que eles sejam poucos. São eles que vão estar ao seu lado nos momentos bons ou ruins, vão te ajudar quando precisar, e vão aturar suas loucuras também >-<

⚡ Não viver de ilusões 
Resultado de imagem para espelho ojesed gif
Na história, Harry encontra o Espelho de Ojesed (desejo, de trás pra frente!), que mostra o desejo mais profundo em nossos corações. Harry, por exemplo, via os seus pais ao seu lado, mesmo eles estando mortos, porque esse era o seu maior desejo: ter uma família.
Nesse caso, o desejo do Harry não podia ser realizado. E em nossas vidas, nós passamos por diversas situações parecidas. Passamos por momentos em que apenas sonhamos, contemplando nossas vontades, sem transformar o que queremos em uma meta. Mas, diferente do Harry, nós podemos realizar nossos desejos. Por isso, precisamos seguir a frase do Dumbledore: "Não basta viver sonhando e se esquecer de viver. Lembre-se."

⚡ Escutar os mais velhos 
Resultado de imagem para dumbledore gif
O Dumbledore, por mais velho que fosse, foi, sem dúvidas, o bruxo mais sábio que conhecemos. Ele nos ensinou tanta coisa... Aprendemos que nossas escolhas nos define mais que nossas qualidades; que palavras são nossa inesgotável fonte de magia, capaz de ferir e de curar; que existe luz mesmo nas horas mais sombrias, se nos lembrarmos de acender a luz. E vários outros exemplos. E Harry, Rony e Mione sempre puderam contar com ele e outras pessoas mais experientes na história, e eles sempre foram de grande ajuda.
Não importa se você tem 10, 20, 30 ou 40 anos: ouvir o que os mais velhos têm a dizer é muito importante pra nossa vida.

Ser como a Luna 
Resultado de imagem para luna lovegood gif
Aprendemos com a Luna que não importa a opinião dos outros, precisamos ser nós mesmos. Mesmo excêntricos, malucos e diferentes, precisamos ser nós. Precisamos também ter um coração puro, um jeito doce e, é claro, amar pudins.
Como a Luna, às vezes precisamos apenas desativar o botão "opinião alheia" e sermos felizes sendo o nosso verdadeiro eu.

⚡ Precisamos sempre encarar nossos medos ⚡
No mundo bruxo, todos têm medo de falar o nome de Você-Sabe-Quem, por puro medo, mesmo que, por anos, todos tenham achado que ele estivesse morto. Evitavam falar o nome dele, achando que se falassem, ele poderia voltar.
Quando temos medo de algo, tentamos escondê-lo. Era isso que os bruxos faziam ao não citar o nome de Voldemort. Mas não podemos fazer isso. Quando temos medo de alguma coisa, precisamos deixá-la explicita, deixá-la a nossa vista. Porque só superamos um medo assim: o encarando de frente.

⚡ Nunca julgue alguém sem conhecer sua história 
Um nome. Um sentimento. Snape ~lágrimas~
Passamos a história inteira odiando o Severo, porque ele era muito cruel, não só com o trio, mas com o pobre Neville também. Mas, no último livro, nós descobrimos sua história, e todo o ódio some. Porque aprendemos que, atrás de toda aquela arrogância dele, existia algo a mais: amor.
E é então que nós nos damos conta de que só deixamos de odiá-lo depois que ele morre, e, juntando a tristeza com o arrependimento, choramos litros.
Mas enfim, o que quero dizer é que certas pessoas podem ser de certos jeitos por certas experiências. Talvez a história dela não tenha sido fácil. Por isso, nunca julgue alguém sem a conhecê-la primeiro.
Agora, Potterheads, repitam comigo:
"Depois de todo esse tempo?"
"Sempre" ~suando pelos olhos~

⚡ Sim, tem correio aos domingos 
ASHAUSHAUSHAUSHAUSHUA Com certeza a coisa mais importante que aprendi com Harry Potter. Vai que as corujas daqui acham que o correio não funciona?

E acabo esse post com o seguinte pensamento: não é verdade que sua carta nunca chegou. Ela chegou, sim. Ela chegou no momento em que você abriu o livro ou apertou play no filme e adentrou nesse mundo fantástico. Você estudou em Hogwarts com Harry, e lutou com ele na Batalha de Hogwarts. Você viveu isso. E, se quiser viver de novo, apenas leia ou assista. Tudo vai acontecer novamente.

Muita magia,
Emy Lovegood 

You Might Also Like

0 comentários