Como Eu Era Antes de Você | CRÍTICA

20:56

Como Eu Era Antes de Você nos faz chorar desde o trailer, isso é fato. E não é de se duvidar que o filme seria diferente. E ele cumpre essa promessa. Quem ainda não se deu conta, vou logo avisar: esse filme partirá seu coração - mesmo com as diversas partes hilárias, protagonizadas por Sam Claflin (Jogos Vorazes) e Emilia Clarke (Game of Thrones).
Gostei do fato de por mais que tenha partes tristes, ainda assim ser cômico. Gostei de terem explorado o melhor dos personagens. Gostei de como você consegue sentir tudo tão intensamente: as ligações, as palavras, o amor.

Resultado de imagem para como eu era antes de você

O filme, adaptação do livro homônimo da Jojo Moyes, conta a história da encantadora, engraçada e tagarela Louisa Clark (Clarke), uma ex-garçonete que, depois que o café onde trabalhava fecha, é obrigada a procurar emprego; e do rico, bem sucedido e mau humorado Will Traynor (Claflin), que depois de sofrer um acidente de trânsito e ficar tetraplégico perde o gosto de viver. Eles acabar entrando na vida um do outro, e, mesmo não tendo nada em comum, aprendem a conviver e se tornar necessários para ambos.
É legal ver como a amizade vai florescendo, a história se desenrolando, tudo com uma pitada de humor e comoção. É belo, sem ser exagerado.
Segue o protocolo, mas sem clichês.


Mas, na minha opinião, o filme não chega a ser muito fiel a obra, o que é realmente uma pena. Como fã, confesso que me desapontei um pouco, já que os trailers mostravam cenas bem parecidas com as do livro. Mas entenda. Ele não chega a ser infiel a ponto de terem criado outra história, inventado coisas que não existiam. É infiel pelo fato de terem cortado coisas que eu considero importante para o desenrolar da história, fazendo o filme decorrer rapidamente, mudando de situação muito inesperadamente e de forma um tanto confusa.
Tudo aconteceu muito rápido.
Sei que é um filme e não pode ser exatamente igual a obra, mas alguns detalhes eram, para mim, cruciais.


Porém, confesso, não tive como não amar. Esperei o filme por muito tempo, e o fato de eu ser acostumada com filmes nem um pouco fiéis torna esse em especial um dos melhores para mim. Porque, por mais que faltem pequenas coisas, o resto continua lá. Concreto. Certo. Pronto para ser desfrutado.
Os diálogos são encantadores, assim como os personagens. E não minto quando digo que a Emilia Clarke é a grande estrela do filme, com suas roupas excêntricas e suas piadas de fazer todos morrerem de rir (apesar de um tanto improprias para certas situações). Prova que ela pode atuar em qualquer posição, independente do papel, por mais diferente que seja do que as pessoas estão acostumadas a ver. E não tem como não se apaixonar também pela atuação do Sam Claflin, que mais uma vez nos surpreende dando vida a um personagem tão complexo e tão simples ao mesmo tempo.
Eles foram capazes de transmitir suas emoções e sensações através das telas, de forma rara e bonita.


Sempre que leio um livro ou assisto a um filme, gosto de ver a mensagem escondida nas entrelinhas, as lições que a história nos ensina. E Como Eu Era Antes de Você é uma daquelas histórias cheias de aprendizado. Nos ensina a dar valor aos momentos, a experimentar coisas novas, a se arriscar, a amar.
Gosto de pensar que a verdadeira mensagem que o filme quis passar é que não devemos nos contentar com o que temos, sempre procurar evoluir, sempre vermos o potencial que há na gente. É disso que o livro/filme se trata, não? Ele mostra a pessoa que era a Lou e como o Will pôde mudá-la, mostrando um mundo novo, um lado dela que nem mesmo ela conhecia. Ele a ensinou a correr riscos, a sonhar, a viver.
Como Eu Era Antes de Você é o tipo de história que te faz rir, chorar, se emocionar e refletir. Thea Sharrock guia o enredo de forma a encantar o público, e, junto com Moyes, que também é roteirista, fazer as pessoas se apaixonarem. É o tipo de filme sincero, único e de uma delicadeza bela, que é pra se assistir com um lenço na mão e com o coração cheio de amor.

You Might Also Like

2 comentários

  1. Ainda nao tive a oportunidade de ver o filme, mas ja vi que e ótimo pela sua resenha. Você escreve muito bem!
    Sou fã da Jojo e dessa historia, fora a Emília e o Sam que são muito fofos ❤
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. OWNT! Obrigada!!! E sim, não tem como não ser fã do livro, do elenco e da Jojo.
    Vou logo dizendo que você precisa assistir logo ao filme. Ele não chega a ser absolutamente fiel, mas chega aos pés, acredite!

    ResponderExcluir