Deixa eu Desabafar...

21:49

Já se sentiu perdida, sozinha, sem rumo?
Eu estou me sentindo exatamente assim.
Até pouco tempo, eu tinha uma direção certa na vida, ou pelo menos pensava que tinha. Sabia que faculdade iria fazer, em que lugar do mundo eu queria viver, qual trabalho escolheria. Tinha tudo planejado, tudo estava em ordem.
Até, de uma hora pra outra, eu dizer não.
Eu disse não para tudo o que eu pensei ter dito sim. Não quero curvar arquitetura, não quero me casar, não sou de exatas, não quero viver sempre no mesmo lugar... Não, não e não. Tanto "não" que eu até me perdi. De verdade. Perdi totalmente a pessoa que eu era há um ano. Mas, com todas essas negações, veio vários afirmações. Sim, sim e sim.
Sim, quero me formar em jornalismo e ser uma escritora. Sim, também quero ser atriz. Sim, quero falar de amor mesmo que eu nunca encontre o meu. Sim, sou de humanas assumida. Sim, quero viver viajando, conhecendo sempre o desconhecido. Sim, quero morar em um apartamento cheio de livros. Sim, quero um dia poder ser livre pra falar tudo o que eu quiser, sem ninguém pra me julgar.
E esses "sins" todos me abriram. Me abriram à novas possibilidades. Tive a chance de visualizar um futuro totalmente novo em que, felizmente, eu me sentia feliz. Completa. Realizada.
Mas claro, todas essas certezas acabaram me trazendo dúvidas. E se eu não estiver no lugar certo? E se eu não estiver aproveitando a vida o bastante? E se eu estiver perdendo oportunidades? E se eu estiver deixando chances passarem sem nem notar ou me importar? E se? E se? E se?!
E são essas questões que acabam por me tirar o sono, por me deixar na agonia, por trazer essa sensação de desamparo e solidão. Porque são exatamente esses "E se?" que estão passando por cima do "não" e do "sim". Das coisas que me definem. Da pessoa que eu sou. E é por isso que estou sem rumo. São as dúvidas atrapalhando as certezas. Minha imaginação fértil no meio das coisas reais e concretas.
Eu espero que isso mude, e espero que logo. Quero poder respirar aliviada de uma vez por todas, tirar esses empecilhos do caminho e ver aonde minha estrada vai dar.
E até lá, só espero encontrar mais e mais certezas. Quem eu sou e quem eu não sou. Todas as negações e todas as afirmações. Para, quem sabe assim, me encontrar no fim do caminho.


You Might Also Like

1 comentários