O Caos em Pessoa

11:36

Está tudo errado.
Hoje é Natal e eu não estou feliz. Acho que deveria estar. Não que eu esteja triste. Só estou errada. Entende? Estou confusa, sozinha, perdida. Tudo está em ordem, mas sinto que estou uma bagunça. O caos em pessoa. Prazer, eu.
É só que me deixa pra baixo passar mais um ano só, mesmo que aja várias pessoas a minha volta. É meio infeliz ter que assistir os episódios de Natal de Friends pra me animar, porque nada a minha volta consegue me deixar alegre. É triste porque eu sinto que deveria gostar de me conectar com as pessoas, de ser presente, querer estar com a família. Mas prefiro ficar isolada no quarto, totalmente retraída. Antipática. Difícil de lidar. Podem me chamar de antissocial, não me importo. Porque eu sei que esse não é o caso. O fato inevitável é simples: não me sinto bem com vocês.
É a coisa mais ridícula do mundo acreditar que devemos amar nossas famílias. Não estou dizendo que você deve odiá-la, e se você adorá-la, ótimo, só que você não é obrigado a isso. Eu não sou obrigada a isso. Porque não escolhemos nossa família. É como quando você ganha um presente: não dá pra escolher, e talvez você não goste. Mas tem que aceitar. Porque foi lhe dado e é seu dever agradecer e ficar feliz com isso.
Por esse motivo que na maioria das vezes preferimos estar com os amigos. E não se ache egoísta por isso. É só que às vezes (pra não dizer sempre) eles são mais compreensíveis do que a própria família. Dão sempre bons conselhos e te ajudam a suportar seja lá o que você estiver passando, o que para um adulto poderia muito bem ser confundido com um drama adolescente (De uma vez por todas: NÃO CHAME DE DRAMA A DOR QUE NÃO É SUA. Obrigada.) Sem falar que os amigos gostam de você de verdade. Diferente da família que "precisa" gostar de você. Se eles não gostam, por que estão com você, certo?
Então, não se ache um ingrato por não gostar de estar com a família. Mesmo que você os ame. Eu te entendo, porque neste exato momento eu preferia estar com meus amigos. Sei que é Natal e que essa é uma data familiar, mas eu preferia estar com quem me faz bem. Rindo por qualquer bobagem. Falando sobre nossos planos e sonhos. Desabafando sobre os problemas e ouvindo que ficará tudo bem. Sentindo que, se quiséssemos, poderíamos dominar o mundo...
Vejam só, não estou mais uma bagunça. Acho que enfim o caos se foi. Obrigada. Acho que só precisava conversar com alguém.
Agora está tudo certo.

Resultado de imagem

You Might Also Like

4 comentários

  1. Às vezes realmente nos dá esse sentimento de "peixe for d'água", mas são momentos que passam.
    Que linda e triste mensagem, Emely.
    Um abração.
    EU SOU UM POUCO DE CADA LIVRO QUE LI

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Mirelle! Fico feliz que gostou. A mensagem é realmente triste, mas foi escrita com amor. Acho que isso é importante quando você escreve qualquer texto, não é?

      Beijos, Emy

      Excluir
  2. Oi
    olha é ruim quando temos que passar essa época de pessoas que não temos nada em comum, foi assim no meu natal, sentada no canto. que bom que desabafou assim se sentiria melhor.

    momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me senti melhor mesmo. O como eu digo: geralmente escrever me faz bem. Que bom que gostou do texto, fico feliz!

      Beijos,
      Emy

      Excluir